quarta-feira, 7 de julho de 2010

"HOJE É MEU DIA"


UFA!!!
Somente agora consegui parar um pouco pra relatar como foi tudo...
Primeiramente o jogo Brasil x Holanda. Embarquei para o Rio de Janeiro na sexta cedo, meu medo era não conseguir chegar no aeroporto Galeão a tempo de assistir o jogo, mas consegui, peguei as malas e fui procurar uma tv. Eu e meu colega Triathleta e Xará Diego Molina, toda aquela empolgação, eu de jaqueta do Brasil, enfim, encontramos um barzinho bem legal, lotado...
O jogo começa e logo de cara gol do Brasil, mas tava impedido... Tudo bem, Brasil continua como uma avalanche e logo em seguida Robinho mais uma vez, agora em posição legal, faz o gol... Aquela gritaria!!! Seleção Brasileira a mil... Termina o 1º tempo, comentei com o Xará, Brasil vai fazer + uns 3 gols hoje.
Mas no segundo tempo, um Brasil apático em campo permite a virada da Holanda e acaba o sonho do Hexa em 2010... Agora é torcer para 2014!!!

De "mala e cuia" + mala com a bike desmontada, subimos no "FREXXXCÃO" (maneira qual os cariocas chamam o onibus que faz a linha aeroporto-rodoviária, o nome deve ser pela temperatura do ar condicionado, uns 10°. rs.). Compramos passagem e fomos rumo a cidade da prova, Macaé-RJ. Viagem demorada... Onibus pinga-pinga... Enfim, conseguimos chegar no hotel as 19 hrs, carregando tudo no ombro.
Após um dia inteiro na função... Era hora de deixar as coisas no quarto e dar uma soltada na musculatura, 10km de corrida na beira-mar. Uma temperatura bem agradável, um calçadão bem iluminado, com bares e restaurantes, pista para corrida... Terminei o treino e me senti super bem, extremamente confiante para a prova.
Fomos para o quarto, um bom banho e em seguida fomos para uma pizzaria "estocar" energia para domingo... Delícia!!!
No sábado acordei e fui ver o mar da janela do hotel, estava chovendo, ventando e o mar virado. Pensei... Vai virar Duathlon (Bike e corrida). A minha programação era nadar no sábado de manhã para sentir a temperatura da água. E como previsto, fui me aventurar naquele marzão revoltado... Nadei 15 min, tempo suficiente para sentir que não seria facil a natação, era praia de surf com água gelada. Tenso! Ainda no sábado de tarde, fomos buscar o kitt da prova (touca, número...) e assistir o Simpósio (instruções sobre o circuito da prova).
Vai chegando a noite e é hora de se recolher para descansar e comer uma massa (carboidrato), no restaurante do hotel.
No domingo, 06:30 toca meu despertador, levanto com sono, mas me sentindo bem, abro a cortina e vejo aquele solão, sem vento... Pensei, HOJE É MEU DIA. Desci para o café e em seguida fui deixar a bike, tenis e tudo mais na área de transição.
Fui para a areia me preparar para a largada, esse é um momento que gosto de ficar concentrado, entrei na água para dar umas braçadas e fiquei um pouco nervoso porque meu óculos estava entrando água. Sai e dei uma alongada para relaxar.
08:30 tocou a buzina de largada e entrei no mar para os 1.500m de natação, com toda aquela galera se batendo, um querendo passar por cima do outro. Fiz uma natação com o primeiro grupo, em torno de 10 atletas, me sentindo forte, só fui lembrar do óculos no final da natação, ele não me incomodou absolutamente nada, pensei mais uma vez, HOJE É MEU DIA.
Sai da natação, fiz uma transição bem rápida para as 6 voltas de ciclismo (40km) e logo formamos um pelotão com os mesmos 10 da natação. Botei a cara no vento e puxei as 2 primeiras voltas quase que sozinho, depois alternei posições com os demais do pelotão.
Saímos para os 10km de corrida todos juntos, essa hora é complicada, o ritmo da galera é muito forte e o sol não dava trégua, um calor absurdo. Mas consegui imprimir um ritmo forte e manter a liderança na categoria. Ao cruzar a linha de chegada, pensei HOJE É MEU DIA!!! :)
No domingo após a prova, super feliz, fui com o xará e um casal de amigos de Curitiba, comer um peixinho de frente para o mar.
No dia seguinte, era hora de voltar, e todo o trajeto da ida seria repetido na volta... Mas não esperávamos por essa, o avião, quase descendo no aeroporto de Curitiba resolve subir, e em seguida a voz do comandante diz, estamos indo para Porto Alegre. Enfim, após uma noite que durmi 4 horas em um hotel da capital gaúcha, volto finalmente para Curitiba feliz da vida.
Obrigado a todos pela torcida e até a próxima!!!